Intercâmbio: Canadá reabre fronteira para outras partes do mundo

fronteira_do_canada

Depois de um longo período de restrições, a fronteira do Canadá foi aberta. Dessa forma, quem quiser fazer um intercâmbio no país, já pode começar a se preparar. No entanto, devido à pandemia de coronavírus, algumas restrições ainda podem ser encontradas. 

É que por mais que o avanço na vacinação, tanto no Canadá, quanto em outros países do mundo, tenha acontecido, nem todos estão totalmente imunizados. Isso fez com que o país impusesse uma série de regras para quem quer viajar a passeio ou pretende estudar no Canadá. 

Além disso, por mais que a fronteira do Canadá esteja aberta para a realização de intercâmbio, nem todas as vacinas estão sendo aceitas. Sem contar que as instituições de ensino também estão criando suas próprias regras.

No entanto, se você quer ir para esse país, saiba que já é possível agendar a data de embarque. Veja todas as informações sobre a fronteira do Canadá e agende o seu intercâmbio! 

Canadá reabre fronteira para outras partes do mundo

A fronteira do Canadá abriu e os brasileiros, que já foram vacinados, podem viajar para lá. Para isso, é preciso estar imunizado com uma das vacinas aceitas, que são:

  • AstraZeneca/Covishield;
  • Pfizer;
  • Janssen;
  • Moderna.

Os voos da Air Canada entre São Paulo e Toronto já foram retomados. Claro que a medida não vale apenas para brasileiros. Turistas totalmente vacinados com uma das vacinas aceitas também podem entrar no país. 

No entanto, antes da fronteira do Canadá ser aberta para todos os viajantes que se encaixem nos requisitos determinados, o país fez um “teste”. 

Desde 9 de agosto, a fronteira do Canadá foi aberta para a população dos Estados Unidos. Com isso, as autoridades sanitárias puderam fazer um melhor acompanhamento dos casos de Covid-19 no país, para que o próximo passo para a volta ao turismo, fosse dado de forma mais assertiva. 

Contudo, vale lembrar que o Canadá é um dos países que mais vacinou até o momento. Mais de 80% da população com mais de 12 anos recebeu pelo menos uma dose. Já 50% das pessoas com mais de 12 anos estão totalmente imunizadas. Isso acabou dando uma certa tranquilidade para as autoridades, que permitiram que a fronteira do Canadá fosse novamente aberta para turistas estrangeiros.

aprenda_ingles_com_professores_do_canada

Quais são as novas exigências para a entrada

Embora a fronteira do Canadá esteja aberta, o país tem uma série de exigências, para que o turista possa entrar. A primeira delas é quanto ao planejamento da viagem. Agora, é obrigatório que o visitante acesse o aplicativo ou o site ArriveCAN e forneça todas as suas informações de saúde. A pessoa terá que falar sobre a vacinação, se teve ou não Covid-19, entre outros. 

Outro ponto importante é quanto a imunização. Além da pessoa ser completamente vacinada, com os imunizantes aceitos no Canadá, é preciso esperar, pelo menos, 14 dias da segunda dose. Só depois disso o viajante poderá ir para o Canadá e não precisará mais cumprir a quarentena.

Além disso, será obrigatória a apresentação de um documento, que esteja escrito em inglês ou francês, e que comprove que a vacinação está completa. Esse documento deverá ser apresentado caso seja solicitado por um funcionário do governo.

Outros cuidados

Seja a viagem para a realização de um intercâmbio no Canadá ou simplesmente para turismo, o visitante não pode apresentar nenhum sintoma de Covid-19. Também será preciso mostrar um teste de PCR negativo. Ele precisa ter sido feito em até 72 horas antes da chegada ao país. 

O visitante também pode ser surpreendido com um novo teste PCR, ao chegar ao país. É que como medida de precaução, alguns turistas são convidados, aleatoriamente, a fazer um novo exame na chegado ao Canadá.

Por fim, há uma situação especial envolvendo as crianças. Como ainda não há uma vacina indicada para menores de 12 anos, o Canadá adotou uma política diferente para esse público. Nesse caso, crianças acompanhadas dos responsáveis vacinados, poderão entrar no país e não precisarão cumprir a quarentena. Entretanto, é recomendado que elas não participem de aglomerações. 

Como dica, antes de viajar, é importante que o turista ou intercambista pesquise sobre o local de destino. Afinal, é possível que a cidade adote algumas restrições ou obrigações extras. 

Como fica o intercâmbio na pandemia? 

Com a abertura da fronteira do Canadá, os intercâmbios para esse país estão crescendo muito. Afinal, além de ser mais fácil conseguir um visto, as aulas presenciais também estão voltando. Isso deixa a viagem ainda mais divertida e enriquecedora. 

Foi decretado também no último dia 07/09, que estudantes de curso de inglês podem entrar como turista, desde que tenham o ETA. 

Para ter o ETA você precisa ter visto americano válido ou ter estado no Canadá antes. O processo de solicitação é simples e de baixo custo (CAD$ 7), levando apenas alguns minutos para ser concluído. 

A autorização é válida por até 5 anos e permite que pessoas viagem ao Canadá quantas vezes desejarem por curtos períodos (normalmente até 6 meses por viagem) para estudar, visitar, fazer negócios ou transitar por um aeroporto canadense. A maioria dos casos são aprovados em minutos

Caso não tenha o ETA, a única forma de entrar é aplicando o visto mesmo, o que pode demorar um pouco mais.

No entanto, é válido lembrar que mesmo que ainda exista a possibilidade de viajar para o Canadá e fazer a quarentena, ou seja, viajar sem estar totalmente imunizado, a maioria das instituições não aceita. É isso mesmo! Quer estudar em locais como, por exemplo, a University of Toronto, o Algonquin College ou o Centennial College? Então se vacine! 

É que por mais que as aulas presenciais estejam liberadas e algumas instituições já nem exijam o uso de máscaras, a vacina é obrigatória. Pelo menos na maior parte. Então, quem não quer tomar a vacina para se proteger da Covid-19, pode ser que não consiga realizar o curso tão almejado. 

Vale lembrar que, em alguns casos, quem foi imunizado com uma vacina que ainda não foi aceita no Canadá, poderá voltar a assistir às aulas presenciais. No entanto, várias instituições de ensino estão disponibilizando uma vacina de reforço, de um dos laboratórios aceitos, para esse público. Assim, eles poderão voltar para as aulas presenciais ou híbridas, sem problema. 

O que muda para tirar visto agora?

Além de todas as exigências sanitárias, o processo está sendo feito a distância. Os passaportes poderão ser enviados apenas usando o serviço dos Correios, oferecido pelo Centro de Solicitação de Visto.

Os interessados também não podem enviar um pedido de residência temporária em papel no VAC. A determinação é do Ministro da Cidadania e Imigração do Canadá, em instruções publicadas em 9 de abril, 29 de abril, 19 de maio, 9 de junho, 1 de julho e 1 de outubro de 2020. Salvo exceções. No geral, os pedidos de residência temporária devem ser feitos online, pelo site do IRCC

Conclusão

Com a fronteira do Canadá aberta, esse é um bom momento para viajar. Para isso, basta providenciar a documentação, tomar a vacina e agendar um intercâmbio. Afinal, a doença está controlada e se você estiver imunizado, não há motivo para adiar, ainda mais, o sonho de estudar no Canadá. 

Você está preparado para esse momento incrível de sua vida? Então venha conhecer a mentoria da Challenge Intercâmbio, que pode te ajudar em todos os passos para ter um intercâmbio de sucesso!

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments